BEM VINDOS!

PARTICIPE E COMENTE!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

palavras ao vento



(A boca fala do que é abundante no coração)
(ziario.wordpress.com/2009/02/)

-AS PALAVRAS TEM PODER,TOME CUIDADO COM QUE SAI DA SUA BOCA.;
ELAS PODEM FERIR MACHUCAR ,MAGOAR;PODE SER SEM QUERER MAIS UMA PALAVRA DITA JAMAIS PODE VOLTAR ATRAZ,FICA MARCADA PARA SEMPRE.

domingo, 11 de abril de 2010

frazes de otimismo

01-Diante de alguma dificuldade, se você estiver para desanimar, aqueça os sentidos, revigore a fé, e ouvirá a voz da consciência Dizer: "Persevere e Vencerá."
(Renato Kehl)
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
02-Observa o que julga ser bom pra si, é o melhor remédio para a conservação da saúde. Prefira dizer: "isto não me vai bem, por isso não continuarei a usá-lo". Do que dizer: "isto não me prejudica, por isso posso usá-lo".
(Francis Bacon)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------
03-Os filhos tornam-se para os pais, segundo a educação que recebem: -uma recompensa ou um castigo.
(Jean Petit Senn)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------
04-É na relação dos filhos que se revelam as virtudes dos pais.
(Coelho Neto)

-----------------------------------------------------------------------------------------------------
05-O que melhor assenta à juventude, é a modéstia, o pudor, o amor, a temperança, a justiça. São essas as virtudes que devem formar o seu caráter.
(Sócrates)

o homem

O homem

Um cientista vivia trancado em seu laboratório, procurando respostas para os problemas do mundo.
Certo dia, seu filho de sete anos invadiu sua sala, decidido a ajudá-lo. Impaciente, o cientista pediu que o filho fosse brincar em outro lugar, no entanto, sem sucesso.
Então procurou algum objeto que pudesse entreter a curiosidade do menino, logo encontrando o mapa-múndi impresso na página de uma revista.
Recortou o mapa em vários pedaços, pegou um rolo de fita adesiva e entregou tudo ao filho, dizendo:
- Você gosta de quebra-cabeças?
Então vou lhe dar o mundo, todo quebrado, para consertar. Veja se consegue fazer tudo direitinho.
Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa.
Porém, algumas horas depois, ouviu a voz do filho:
- Pai, pai, já fiz tudo. Consegui terminar tudinho!
Incrédulo, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria uma mapa sem sentido. Mas, para sua surpresa, o mapa estava completo, com tudo em seus devidos lugares.
- Você não sabia como era o mundo, meu filho. Como conseguiu?
- Pai , eu não sabia como era o mundo, tentei consertar, mas não consegui.
Mas quando você tirou o papel da revista para recortar, eu vi que, do outro lado, havia a figura de um homem. Então lembrei disso, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o mundo.